O Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas em Saúde (PPGPPS) é vinculado à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e rege-se pelas normas gerais da Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior  (CAPES) e pelos regimentos da Escola Fiocruz de Governo/ Diretoria Regional de Brasília (EFG/ Fiocruz Brasília). Atualmente, O PPGPPS oferece o Mestrado Profissional em Políticas Públicas em Saúde e tem como principal objetivo o aprofundamento do conhecimento técnico-científico e formação para o exercício das atividades de magistério de ensino superior e profissionais, nos campos das Políticas Públicas em Saúde.  O Programa visa, ainda, o desenvolvimento de habilidades para executar pesquisas operacionais e desenvolver processos, produtos e metodologias na área de concentração do curso.

O Mestrado Profissional em Políticas Públicas em Saúde tem como área de concentração Políticas Públicas em Saúde e possui duas linhas de pesquisas: Saúde e Justiça Social e Vigilância e Gestão em Saúde.


Os objetivos do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas em Saúde são:

I - formar profissionais de saúde e de campos afins, em nível pós-graduado, de modo a produzir conhecimentos e orientar ações no campo da vigilância em saúde, com foco na justiça social.

II. formar profissionais capazes de responder às necessidades da produção de conhecimento, da gestão e da atenção no campo da saúde coletiva, em consonância com as diretrizes do SUS, de modo a garantir a consecução dos princípios que o regem;

II promover a necessária articulação entre a produção do conhecimento, por meio do uso de metodologias adequadas para sua produção, e sua aplicação no campo da saúde;

III - formar profissionais capazes de estabelecer diálogos intersetoriais, visando a melhoria das ações no campo da saúde e promovendo intercâmbios nacionais e internacionais com centros de pesquisa e de formação.

O perfil profissional buscado pelo Programa é o de profissionais da saúde e de campos afins, socialmente comprometidos, com:

I. maturidade técnico-profissional que possibilite uma contribuição diferenciada e inovadora na gestão da Saúde;

II. condições para promover qualificação e inovação nos ambientes de trabalho aos quais se vinculam;

III. postura ética, reflexiva, crítica, comprometida socialmente, capazes de enfrentar problemas locais, regionais e nacionais;

IV. capazes de serem confrontados por problemas inéditos e de circular em espaços transdisciplinares, de maneira a formular respostas inovadoras para o seu campo da atuação.